Por que o Banco de Capacitores Economiza Energia?

07|06|2019

Um banco de capacitores tem como função corrigir o fator de potência e economizar energia em uma determinada instalação elétrica. Mas como exatamente isso acontece? Será que o banco de capacitores leva os aparelhos elétricos a funcionar com a mesma qualidade com menos energia?

A resposta é não. O funcionamento dos aparelhos ligados numa rede que possui um banco de capacitores continuam os mesmo, com as mesmas demandas elétricas. A ação de um banco de capacitores se dá na redução de perdas e da energia total consumida por toda instalação. Ou seja, ele ajuda a garantir que o uso da energia elétrica seja o mais eficiente possível.

Como Funciona um Banco de Capacitores?

É importante entender que bancos de capacitores não funcionam para todos os tipos de instalação e aparelhos elétricos. Aqueles que utilizam cargas puramente resistivas como chuveiros, lâmpadas incandescentes e ferros de passar roupa, não terão nenhum benefício do banco de capacitor por consumirem somente potência ativa. São os equipamentos que demandam potência reativa, como motores elétricos, que podem se beneficiar dos efeitos de um banco de capacitor, razão pela qual eles são importantes em indústrias, onde esse tipo de equipamento é muito mais comum e responsável pela maior parte do consumo de energia.

Esses tipos de equipamentos requerem duas potências para funcionar: a potência ativa, e a potência reativa. A potência ativa é aquela que está realmente realizando o trabalho do equipamento, gerando luz, calor, movimento, etc. A potência reativa é usada apenas para criar e manter os campos eletromagnéticos das cargas indutivas. O problema é que quanto mais “espaço” a potência reativa ocupar no circuito elétrico, menos a potência ativa poderá ser conduzida pelo mesmo. Ou seja, menos eficiência no uso da energia.

A relação entre a potência total (também chamada de potência aparente – potência reativa + potência ativa) e a potência ativa é chamada de Fator Potência. O banco de capacitor fornece parte da energia reativa vinda da rede elétrica reduzindo a potência aparente necessária e corrigindo o fator potência, o que leva a um uso muito mais eficaz da eletricidade pela instalação elétrica.

Além disso, com a redução da potência total da rede elétrica, a instalação de um banco de capacitores também leva à redução das perdas de energia, em função da redução da corrente elétrica total demandada pela instalação. O que isso significa? Com a correção do fator potência, você reduz aquecimentos e outras perdas de energia no sistema elétrico como cabos, transformadores, barramentos, etc.

Banco de capacitores

Evite Multas

Por não economizar energia diretamente, a quantificação da economia proporcionada pela instalação de um banco de capacitor não é tão simples. Porém, uma forma de se verificar de maneira bem clara é através da conta de energia elétrica.

Como dissemos, equipamentos com motores elétricos são muito utilizados em indústrias, onde o consumo de energia elétrica é altíssimo. Para as concessionárias de energia elétrica, não é interessante ter uma demanda de potência reativa muito alta por parte de seus consumidores, pois a mesma afeta o fluxo da potência ativa pelos cabos de distribuição e linhas de transmissão. Sendo assim, para empresas e indústrias que trabalham em alta e média tensão, as concessionárias de energia cobram uma multa proporcional ao valor do fator de potência.

Na conta, essa cobrança pode aparece como Energia e Demanda Reativa Excedente (ou UFER e UFDR). Segundo a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) o Fator de Potência deve ser de no mínimo 0,92 (Decreto n°479 de 20/03/1992), e se estiver abaixo desse valor, a empresa será multada, e o valor da multa pode ser bem pesado.

Por isso que economizar energia com capacitores é tão importante. Mas para saber qual o banco de capacitor mais apropriado para suas necessidades, entre em contato com a Bree.

ENTRE EM CONTATO CONOSCO E SOLICITE UM ORÇAMENTO: Solicitar Orçamento