Como escolher um capacitor para aplicação industrial

12|06|2019

Um capacitor é uma ferramenta de fundamental importância no cotidiano de uma indústria. Seu uso e desempenho são determinantes para que os limites operativos da tensão elétrica de entrada e o fator de potência sejam respeitados e cumpridos.

Mas o que você deve considerar na escolha do capacitor ideal para indústria? Qual deve ser o principal critério de escolha?

Acompanhe conosco, neste artigo, as principais informações que devem ser consideradas para que sua escolha seja a mais adequada às necessidades de sua empresa.

Critérios para escolha de um capacitor para aplicação industrial

São basicamente quatro critérios que devem ser levados em conta ao falarmos de banco de capacitores industriais. São eles:

Cálculos para correção reativa

Conforme abordado em artigos anteriores, o banco de capacitores tem como objetivo principal o auxílio na correção do fator de potência estabelecido em um circuito, determinando seu correto dimensionamento. O cálculo do banco de capacitores para uma instalação industrial dependerá da necessidade de compensação reativa, que em última instância, levará a definição do tipo de banco de capacitor a ser adotado (automático, semiautomático e fixo).

Considerando a alta necessidade de controle do fator de potência dentro dos limites estabelecidos pelo Módulo 8 do PRODIST, o ideal é considerar os bancos automático e semiautomático. O cálculo da capacidade do banco de capacitores e dos seus estágios permitirá maior assertividade no processo de compensação.

Efeitos de harmônicos

Definidos como “ruídos” gerados na forma de ondas de tensão e correntes, os harmônicos são responsáveis pela perda da vida útil e má funcionamento de equipamentos e também das instalações elétricas em geral.

Esses ruídos são percebidos das seguintes maneiras:

  • Solicitações dielétricas, ocasionadas por sobretensão;
  • Solicitações térmicas, ocasionadas por sobrecorrente;
  • Operação indevida ou erro em diversos equipamentos de controle, proteção e medição (relés, medidores e controles eletrônicos são alguns deles);
  • Perda de vida útil acelerada ou queima precoce de capacitores, cabos, motores e transformadores.

Para o caso dos capacitores, a circulação de correntes harmônicas e a ocorrência de ressonâncias afetará diretamente a vida útil deste equipamento, o qual poderá apresentar falhas imediatamente à sua conexão na instalação elétrica. Para se evitar tais riscos é de fundamental importância realização de medições e estudos prévios à instalação de capacitores em instalações industriais. No caso de detecção de problemas com harmônicos, a ação mais eficaz para controle e redução dos efeitos é a instalação de filtros harmônicos em derivação em substituição aos bancos de capacitores convencionais.

Sobretensões

Definida como tensão superior à capacidade estipulada para uma determinada instalação ou equipamento, a sobretensão é um critério fundamental na escolha e composição de um banco de capacitores industriais, uma vez que diferentes tecnologias de capacitores apresentam suportabilidades distintas às sobretensões. Hoje temos capacitores divididos em três grupos:

  • Capacitores a seco: que utilizam tecnologia PPM (Polipropileno Metalizado) sem óleo biodegradável;
  • Capacitores imersos: que também utilizam tecnologia PPM, porém são imersos em óleo biodegradável;
  • Capacitores impregnados: que utilizam tecnologia all-film (Polipropileno + Folhas de Alumínio) impregnados em óleo biodegradável.

A escolha do tipo de capacitor que constituirá o banco de capacitor, considerando possíveis sobretensões, será fundamental para se garantir a vida útil do banco de capacitor e seus benefícios para a instalação elétrica.

Transitórios de manobra

Os transitórios de manobra, que são mudanças bruscas na configuração de um sistema, também são atores extremamente importantes na escolha do capacitor. Por estar diretamente conectados à rede elétrica, é fundamental que se tenha calculado sua amplitude durante todo o seu ciclo.

Os transitórios possuem influência direta sobre as tensões estipuladas para o circuito, e quanto maior o seu detalhamento, maior a habilidade na escolha do capacitor ideal.

Conclusão

Conforme pudemos observar, a escolha do capacitor para indústria deve levar em conta alguns critérios básicos e fundamentais que podem impactar diretamente na performance e vida-útil do equipamento. Considerá-los é garantir a manutenção do fator de potência e dos níveis adequados de tensão da rede elétrica de sua indústria.

Ainda ficou com dúvida sobre como escolher um banco de capacitores para indústria? Fale com a Bree – teremos prazer em ajudá-lo e criar uma solução personalizada para sua empresa.

ENTRE EM CONTATO CONOSCO E SOLICITE UM ORÇAMENTO: Solicitar Orçamento